• Ana Saragoça
  • por Ana Saragoça
  • Ana Saragoça é diretora Creation3, agência de marketing digital, premiada e palestrante. É especializada em Planejamento Estratégico de Marketing, pós-graduada com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas.

Você está preparado para usar o marketing digital em 2019?

22 de janeiro de 2019
Share Button

O marketing digital está mudando numa velocidade impressionante, por isso quanto melhor e antecipadamente você se planejar,  melhor enfrentará as mudanças que virão.

Pra começar, as “fontes de publicidade” alteraram. Hoje, as principais fontes de sucesso são pessoas conhecidas, confiáveis, conteúdo de nicho, sites editoriais e resenhas – e não os anúncios tradicionais. A tendência, inclusive, é de que cada vez mais usuários de internet usem bloqueadores de anúncios, o que impossibilitará atingir possíveis membros de seu público-alvo.

Para atingir esse público, seus anúncios terão que ter conteúdos personalizados, além de inovadores e relevantes, senão, continuarão sendo substituídos pelo marketing de conteúdo, marketing de influência, parcerias de referência e outros métodos que são projetados para fornecer valor real ao público a quem se destinam.

Outro ponto é a escolha do local de divulgação no planejamento anual. Pense bem, são inúmeras opções de mídias no digital hoje: influencers, blogs, Instagram,  Linkedin, Spotify, PodCast, Google, entre outros. Se você é uma marca que deseja realmente conversar com o seu futuro cliente, é necessário saber onde ele está e qual a jornada de compra do mesmo.

Criar conteúdos para todas as mídias disponíveis no mercado pode representar um gasto de tempo e energia onerosos para uma empresa de médio ou pequeno porte. Reflita: qual mídia o seu público ideal consome? Quem ele admira? Em quais mídias você ou sua empresa conseguem manter a comunicação coesa com frequência e consistência o ano todo?

O terceiro ponto, e muitas vezes esquecido, é o cálculo do ROI (Retorno de Investimento) de cada canal de mídia. Ou seja, sua taxa de lucro em cada operação após abater todos os custos diretos e indiretos. Com esse cálculo na ponta do lápis, após o período anual, é mais fácil decidir onde investir mais tempo para o próximo ano.

Por último, mas não menos importante, você precisa descobrir de que modo seu público-alvo se comunica, qual linguagem utiliza, e, a partir daí, procurar se comunicar como ele prefere. Nunca menospreze o processo de comunicação através da empatia. Afinal, no que se baseia o marketing digital? Comunicamos com pessoas o tempo todo! Portanto, é preciso “falar a mesma língua”.

Você também vai gostar

Infográfico: Marketing Digital no Brasil em 2014. A agência Iska Digital montou um infográfico sobre o mercado de Marketing Digital no Brasil em 2014. O compilado de informações traz uma série de estu...
5 dicas para o Dia das Crianças no seu e-commerce ser um sucesso... Faltando menos de um mês para o Dia das Crianças já está mais do que na hora de pensar em como alcançar esse público tão diversificado e importante, a...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>