• Alejandro Vazquez
  • por Alejandro Vazquez
  • Cofundador da Nuvem Shop e diretor de atendimento ao cliente. É apaixonado por ajudar os clientes a ter um negócio de sucesso, adora ler, correr e conhecer novas comidas e lugares.

Estudo revela aumento de 15% no número de mulheres empreendedoras no mercado de e-commerce

11 de setembro de 2018
Share Button

Seguindo a tendência do empoderamento feminino, mulheres passam a frente e já gerenciam quase 60% das lojas online. Segmento de moda possui o maior volume de líderes mulheres (64%), seguido de saúde e beleza (58%), casa e decoração (45%) e eletrônicos (23%)

A Nuvem Shop, acaba de realizar um levantamento que aponta o aumento de 15% no número de mulheres empreendedoras no mercado brasileiro de e-commerce no último ano (julho 2017 a julho 2018). Os dados confirmam o histórico desde 2016, no qual houve um aumento progressivo do empreendedorismo feminino, numa crescente de 48,20% em 2016, 50,30% em 2017 e 57,60% em 2018. Os resultados foram extraídos da base de dados de quase 200 mil lojas cadastradas na plataforma de serviços de e-commerce da Nuvem Shop no Brasil.

Mulheres empreendedoras

O empreendedorismo e a liderança das mulheres têm ganhado cada vez mais força e aumentado a representatividade no mercado brasileiro. A última pesquisa realizada pelo Fórum Empreendedoras com 1300 mulheres no Brasil revela que 85% já são empreendedoras, enquanto 15% pensam em empreender. Também a Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016 em parceria com o Sebrae revelou que a taxa de sucesso do empreendedorismo feminino de empresas com até três anos e meio de existência ficou em 15,4% frente aos 12,6% entre os homens.
O relatório apontou ainda que as mulheres foram responsáveis por 51,5% dos novos negócios criados no Brasil em 2016. A persistência feminina se confirma com o estudo realizado pelo The Boston Consulting Group, que revelou que startups fundadas por mulheres faturam mais do que as empresas fundadas por homens. Para cada dólar de financiamento, as startups com mulheres fundadoras geraram 78 centavos, enquanto as fundadas por homens renderam menos da metade disso (31 centavos).
De acordo com Danniela Karam, Gerente de Marca e Marketing da Nuvem Shop, o levantamento realizado só confirma o avanço das mulheres que ganham cada vez mais espaço nesse mercado. “Estamos em um momento em que o empoderamento feminino tem ajudado a quebrar paradigmas e estimular mulheres a abrirem o próprio negócio. E isso tem se refletido em nossa própria base, que hoje já é de maioria feminina”.

Mulheres empreendedoras por verticais

O levantamento revelou ainda que o segmento de moda possui o maior volume de líderes mulheres (64%), seguido de saúde e beleza (58%), casa e decoração (45%) e eletrônicos (23%).
O destaque é para o número de e-commerces gerenciados por mulheres no nicho de moda no último ano, que acompanhou a tendência e cresceu 14%, assim como a vertical de saúde e beleza, com crescimento de 6%. Já os segmentos de casa e decoração e eletrônicos, tiveram leve queda no volume de lojas virtuais lideradas por empreendedoras, de 3% e 2% respectivamente.

Mulheres no e-commerce

Confira detalhes do estudo no infográfico abaixo:

Mulheres empreendedoras no e-commerce

Você também vai gostar

Vendas para o Dia dos Namorados devem crescer em 2014 graças à C... Copa do Mundo deve colaborar para crescimento de 35% na busca por produtos em comparação com 2013.  São Paulo, junho de 2014 – O Dia dos Namorados dev...
Como escolher um curso de e-commerce O e-commerce vem se tornando cada vez mais popular no Brasil e no mundo devido ao ganho de credibilidade e facilidade de comprar sem sair de casa. Emb...
Afinal, qual é o Perfil do Empreendedor Digital Brasileiro? Publicado em Exame.com, o estudo “O Empreendedor Digital no Brasil” tem o objetivo de mostrar a evolução e a profissionalização do mercado das startup...
Assista: Melhore suas vendas com comparadores de preço Você sabe qual é a melhor forma de divulgação para uma loja virtual? A resposta é fácil: é aquela que dá maior retorno sobre o que você investiu (ROI)...
Dicas de ouro: 3 razões para você usar o YouTube na loja virtual... YouTube na loja virtual. Ele está há nove anos em nossas vidas e já não sabemos como viver sem. Ok que os vídeos pela internet antes de 2005 não eram ...
Como preparar sua loja virtual para vender nos maiores Marketpla... Muito se fala sobre o modelo de Marketplace, o qual grandes sites varejistas vem adotando. Se você possui e-commerce, é bem provável que você verá com...
Onde um jogo de pôquer pode ajudar um e-commerce? Onde um jogo de pôquer pode ajudar um e-commerce? Não, não estamos falando de um e-commerce de pôquer. O Blog da Dotstore  retirou um trecho muito int...
O triângulo comercial entre lojistas e-commerces, operadoras de ... Bem-me-quer! Malmequer! O triângulo comercial – com prós e contras – entre lojistas e-commerces, operadoras de marketplace e consumidores Não importa ...
Qual o perfil do profissional de e-commerce brasileiro? "Vou abrir um e-commerce, é um jeito barato e simples de ganhar uma graninha extra". Vários erros na frase, não é fácil, não é necessariamente tão bar...
Rua 25 de Março no Comércio Eletrônico Algumas das principais lojas da região paulistana já investem no comércio online Por Carolina Romanini (Veja São Paulo). Aproveitar os bons preços e a...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Um comentário sobre “Estudo revela aumento de 15% no número de mulheres empreendedoras no mercado de e-commerce”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>