Só com uma segmentação de audiência precisa é possível compreender quais estratégias devem ser adotadas para se relacionar ou prospectar seu público. As vantagens da segmentação em rede são fortes: vão desde informações sobre os internautas que podem ser utilizadas para personalização de conteúdo e publicidade na web até visões completas e insights interessantes sobre os visitantes de um site. Mas de que forma isso funciona? Como isso pode ser usado no meu site?
As ferramentas de Web Analytics atingem um bom nível de segmentação do tráfego do site. Porém, as opções mais precisas talvez estejam nas soluções de Remarketing e Marketing Comportamental. Isso acontece porque ao mostrar publicidade e conteúdo relevante para um visitante, é fundamental que um perfil quase que exato seja traçado. Temos como um ótimo exemplo, a Navegg, que se define como uma empresa dedicada à segmentação de audiência online.
A segmentação de internautas ocorre por nove critérios: gênero, faixa etária, grau de instrução, classe social, estado civil, temas de interesse, produtos de interesse, tecnologia (dispositivos, navegadores e sistemas operacionais) e localização (país, cidade e região). A profundidade da segmentação é grande, entenda:

Uma confusão bem comum quando falamos de segmentação de audiência é ouvir o termo como um sinônimo de Behavioral Targeting (Marketing Comportamental), conjunto de técnicas para otimização de conteúdo e publicidade para editores e anunciantes. O que poucos sabem é que, na verdade, segmentação de audiência é um ramo do BT.
O Behavioral Targeting tornou-se conhecido nos anos 90, quando a Amazon passou a utilizar a técnica de recomendação no seu site, ofertando produtos de acordo com o que outros internautas haviam procurado. Essa prática, conhecida como filtro colaborativo, trabalha com conjuntos definidos de informação, sendo que os clientes não são classificados de nenhuma maneira.
Já a segmentação de audiência consiste em um conjunto de técnicas que permitem identificar e classificar internautas, um a um, com base no seu comportamento de navegação. Sistemas de segmentação retornam informação sobre cada internauta e, a partir desses dados, é possível oferecer conteúdo e publicidade personalizados, de acordo com seus interesses. Existem três modelos de segmentação de audiência: o explícito – baseado em cadastros, o implícito – baseado em regras, e o implícito – em rede.

Author

O blog Profissional de E-commerce foi criado em outubro de 2012 com o objetivo informar e capacitar o mercado de comércio eletrônico no Brasil.

Write A Comment