Você já tem interesse em transformar o seu negócio em um e-commerce ou quer se informar sobre a possibilidade de empreender na internet, certo?
Obviamente, não existe uma fórmula pronta, mas muitas marcas e empreendimentos online de sucesso, mesmo seguindo suas próprias trilhas no mercado virtual, se orientaram com um método parecido. E é este método que será essencial para qualquer empresa que queira se firm ar na web.
Veja a seguir algumas dicas para empreender na internet!

1- Tenha e certeza de que a internet é seu lugar

Muitos empreendedores, já convencidos de que a internet é o lugar deles, se assustam com esta pergunta. No entanto, ela é inevitável e é melhor que você saiba com todas as certezas a sua resposta.
Se você já tem um produto ou serviço delimitado, você precisa pensar como o seu consumidor. Ele vai querer procurar este produto presencialmente, ou ele gostaria de comprá-lo através das facilidades da internet?
Ao fazer estes questionamentos, é possível que você veja que há um mercado virtual com uma necessidade; ou seja, existem pessoas que gostariam de comprar seu produto ou contratar seu serviço virtualmente, só que não existem muitas opções. E é aí que o seu negócio entra.
Outra maneira de descobrir isto é fazer pesquisas sobre o público-alvo. Monte um formulário com perguntas relevantes sobre o perfil do seu público e espalhe ela em grupos relacionados no Facebook, LinkedIn e fóruns espalhados pela internet.

2- Pense na necessidade e não no produto

É comum que empresas se preocupem muito com o produto e deixem em segundo plano a relação que o cliente tem com o produto. Muitas vezes, um bom produto não é muito vendido porque o público não sentiu que poderia resolver um problema ou suprir uma necessidade com ele (quando, na verdade, ele seria ideal exatamente para isto!).
Portanto, antes de tudo, você precisa conhecer o seu público, observar seu comportamento, listar as maneiras com que seu negócio pode ajudá-lo e saber qual problema que o seu produto vem resolver.
Por isto, observe quem já está no mercado, compare e-commerces semelhantes. Finja ser um comprador e faça alguma aquisição para ter toda a experiência do cliente da empresa rival. O que poderia ser melhor na compra dele? O que fez a diferença e de que forma ele tenta conquistar o cliente? Como melhorar isto? Após observar como é feito, olhe para como você irá fazer.
Ao escrever sobre seu produto em seu site, traga a solução que seu produto oferece antes mesmo de descrevê-lo. Mostre como seu produto é credível e destaque as diferenças do seu produto ou serviço em relação aos concorrentes do mercado. Em outras palavras, destaque a necessidade, mostre a solução e enfatize o que há de único no seu negócio.

3- Torne essa necessidade algo social

A melhor forma de mostrar ao público como o seu produto soluciona um problema ou uma necessidade, é tornando este mesmo problema e necessidade algo social. De uma forma mais simples, você precisa mostrar para o potencial consumidor que acessa o seu e-commerce que existem outras pessoas que têm o mesmo problema e se sentiram satisfeitas com o seu produto.
Portanto, convide seus mais fiéis clientes a dar o testemunho sobre o impacto do seu produto em suas vidas. Se seu negócio já foi assunto de jornais, revistas e outros sites, destaque o que estes canais falaram de positivo sobre ele. Você criará um estímulo em seu potencial cliente ao informá-lo de que outros também apreciaram o seu produto ou serviço.

4- Faça um site que convide e venda

As dicas acima se tornam inúteis se o seu site não for bem navegável. Pense: quantas vezes você já se sentiu frustrado ou até desistiu de uma compra online porque não conseguiu encontrar determinada informação ou teve dificuldade de solucionar suas dúvidas?
A aparência e navegabilidade do seu e-commerce definem a experiência que o seu consumidor em potencial terá (e você quer que esta experiência seja ótima!).
Portanto, para empreender na internet, é preciso mais que uma vitrine bonita. Crie uma estrutura baseada na relevância das informações: o que é mais importante que seu cliente saiba em cada página? O que ele procura? Use imagens, gráficos e vídeos de forma que você possa conversar com seu cliente do modo mais didático.
Não sobrecarregue o visual, seja básico e direto. Aproveite para convidá-lo a participar da sua lista de e-mails e ofereça benefícios para isto (acesso a conteúdo exclusivo, ou algum desconto na primeira compra). E sempre dê a chance de ele buscar ajuda na página, caso não consiga acessar o que procura.

5- Seja uma referência em conteúdo

Ofereça mais do que simplesmente seu produto em seu site. Crie conteúdo constante e relacionado ao produto ou serviço que você está negociando. Quando uma empresa nos mostra conhecimento e soluciona nossas dúvidas, damos maior credibilidade a ela.
Nossa confiança no produto aumenta e, consequentemente, a nossa preferência fica para esta determinada empresa. Crie esse sentimento de afeição através de um bom conteúdo: artigos, vídeos, e-books, e a linguagem que melhor se adaptar ao público.
Esta estratégia de atração é o que chamamos de inbound marketing (o marketing que usa um conteúdo interessante para atrair seu público). Os artigos que você escrever dentro de um blog no seu e-commerce, por exemplo, poderão ser indexados pelas principais ferramentas de busca (como o Google) e, portanto, se você usar as melhores técnicas para melhorar o ranking dos seus artigos nas ferramentas de pesquisa, mais consumidores em potencial conhecerão o seu produto.

6- Crie uma comunidade de clientes

Você precisa se relacionar com seu cliente. Isto é mais do que estar, meramente, nas redes sociais, ou apenas ter um site e uma operação falha em pós-vendas. Nada disto é suficiente se:

1) você não conhecer o seu consumidor,
2) se você não der a oportunidade para ele se fidelizar e
3) você cultivar essa relação se importante de verdade sobre a qualidade não só do serviço ou produto, mas da experiência que você oferece online.

A forma mais eficaz que os empreendimentos online e e-commerces mantêm é a do e-mail marketing.
Ao manter clientes recebendo algum conteúdo exclusivo e tendo um canal de comunicação direto com estas pessoas, você saberá melhor sobre o perfil do seu consumidor e poderá ter maior interação (e vendas) através de campanhas personalizadas.
Os visitantes do seu site, por exemplo, informarão seus e-mails em troca de um conteúdo exclusivo, que solucione algum problema ou ofereça alguma informação útil.
Você também precisa cultivar o relacionamento que tem com quem já comprou em seu site. Ofereça um pós-vendas interessante não somente ao seu negócio, mas ao seu cliente. Ofereça descontos na segunda compra, pacotes com outros produtos que possam se relacionar com o primeiro produto comprado por esta pessoa etc. Tudo isto e até uma página de agradecimento pela compra influenciam na relação e no afeto que este cliente terá por sua empresa.
E se alguns clientes acabam indo embora, você não pode deixar de atrair novos. Sua empresa está presente em redes sociais, certo?
Pois pense em cada uma dessas redes em uma possibilidade de mídia. É mais barato e prático, por exemplo, criar um anúncio para perfis de consumidores em potencial no Facebook, do que pagar uma propaganda na televisão, em que não há controle sobre quem assiste. Existem diversas maneiras de anunciar sua marca online e você precisa encontrar a mais eficaz para o seu negócio, mas não ignore esta possibilidade.
O caminho para empreender na Internet pode parecer complicado, mas com a orientação certa, o sucesso vem como retorno de investimento. Você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto ou alguma sugestão? Escreva para nós nos comentários!

Avatar
Author

A Rock Content é líder em marketing de conteúdo no Brasil. Ajudamos centenas de empresas a atingirem seus objetivos de marketing.

1 Comment

  1. Avatar

    Adorei o artigo! O mais importante é você sempre se atentar as necessidades do seu cliente. Quando mais você atender aos anseios dele, melhor vai ser os seus resultados!
    Adoro os conteúdos da Rock Content!

Write A Comment