• Avatar
  • por Alex Camargo
  • Founder da Yourviews, ferramenta para incentivar os consumidores avaliarem os produtos, a loja e ajudar a esclarecer as dúvidas de outros clientes. Formado em Engenharia da Computação, com experiência nas principais empresas de tecnologia no mercado de e-commerce.

Como tornar canais de reclamação aliados do seu e-commerce

20 de março de 2015
Share Button

A internet estreitou os laços entre clientes e empresas. A facilidade na realização de pesquisas, contato e reclamação usando os canais de comunicação revolucionaram a relação entre o e-commerce e os consumidores.
Esta revolução possui diversos pontos positivos, mas também há fatores críticos que sua loja virtual não pode ignorar, pois quando insatisfeitos, os consumidores tendem a procurar sites como o Reclame Aqui para registrar reclamações e amplificar o alcance das suas queixas.
O surgimento de ferramentas como este site é justificado pela necessidade das lojas virtuais se destacarem da concorrência investindo no aumento da segurança, construção de credibilidade e, principalmente, na excelência de atendimento.
A probabilidade de ter o nome do seu e-commerce em sites como este é muito grande, mas isto não significa que estar presente lá seja necessariamente algo negativo. De acordo com Maurício Vargas, CEO do Reclame Aqui, “5% dos consumidores acessam o site para reclamar e 95% acessam para visualizar a reputação da loja.”
Diante deste dado, ter o nome da sua loja no Reclame Aqui pode sim se tornar um diferencial competitivo. Para isto, é preciso manter a atenção e excelência no atendimento em todos os momentos, desde o contato inicial com possíveis clientes até o pós-venda. Confira a seguir, dicas que separamos para construção de um atendimento nota 10.

5 passos para transformar reclamação em sucesso

1- Construa relacionamento desde o primeiro contato
Encante o cliente desde o primeiro acesso à sua loja virtual. Invista em um site de acesso intuitivo, com informações claras, objetivas e especializadas. Ofereça opção de cadastro e direcione as ofertas adequadas, mensagens impertinentes, genéricas e spams tendem a afastar a clientela.
2- Prepare sua loja para receber opiniões
Investir em reviews, captação de avaliações, pode ser uma mina de ouro estratégica para o seu e-commerce. Estimular o compartilhamento de opiniões ajudará a resolver uma reclamação antes que ela chegue a canais como Reclame Aqui, Procon e JEC.
3- Prepare um plano estratégico
Estruture seu planejamento estratégico para organizar bem a gestão do fluxo de ocorrências. Organize a equipe responsável pelo gerenciamento do atendimento, crie etapas, planos preventivos, procedimentos a tomar e cronograma de ações para responder a opiniões e resolver reclamações.
4- Gerencie a reclamação em sites especializados
Como estar presente em sites como o Reclame Aqui é inevitável, faça com que sua presença seja positivamente marcante. Não deixe de incluir em seu plano estratégico o gerenciamento do perfil do seu e-commerce também nestes sites, lembre-se, seja rápido e eficiente nas respostas.
5- Atualize constantemente seus conhecimentos sobre o mercado
Parar de estudar e pesquisar não é uma opção considerada por empreendedores virtuais de sucesso. Sempre será preciso entender melhor o mercado, o cliente e principalmente as mudanças nas formas de relacionamento, por isto, pesquise sempre.
Texto publicado no Blog da Yourviews

Você também vai gostar

Qual é a melhor maneira de atender em minha loja virtual? Um dos maiores diferenciais que uma loja virtual pode oferecer a seus clientes é em relação ao atendimento. Afinal, o cliente não tem aquela mesma exp...
16 tendências de atendimento para 2017 Experiência do consumidor, atendimento e relacionamento com clientes: as empresas que não estiverem com o cliente centralizado em suas estratégias irã...
Como trabalhar com Google+ na loja virtual? Você sabia que a rede social do Google, acaba de conquistar o segundo lugar no ranking mundial das redes sociais? O Google+ aumentou em 33% a base de ...
6 dicas para melhorar o perfil no LinkedIn Como melhorar o perfil no LinkedIn. A dinâmica de trabalho dos recrutadores e das empresas que buscam novos profissionais mudou bastante nos últimos t...
O Instagram funciona para e-commerce? O Instagram ainda pode ser considerado um mundo misterioso para muitas lojas virtuais. Em 2015 tenho percebido um movimento bem interessante de marcas...
Dicas de como fazer análise de risco em lojas virtuais A gente já falou aqui sobre chargebak e explicou porque isso acontece em uma loja virtual. (Se você não leu o texto ou não se lembra, vou contar rapid...
Infográfico: Regras práticas para Facebook Ads Regras práticas para Facebook Ads. Ouve-se muito sobre regras de como proceder no Facebook, porém nem sempre temos estas informações organizadas de ma...
Por que minhas redes sociais não dão resultado? Responda rápido: qual a primeira coisa que você faz no dia, ao acordar, e qual é a última tarefa do dia, feita logo antes de se deitar para dormir? Ex...
Por que investir na automação de processos de monitoramento e au... Tornar os processos mais eficientes e garantir que os clientes executem suas atividades com segurança. Para que as empresas alcancem esses objetivos, ...
4 dicas para melhorar o atendimento do seu e-commerce Vivemos em um tempo onde a maioria das compras e serviços são entregues de uma forma tão robotizada que as pessoas estão procurando cada vez mais por ...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>