• Avatar
  • por Alfredo Soares
  • Alfredo Soares é sócio e fundador da Xtech Commerce, plataforma de e-commerce inteligente com mais de três mil lojas criadas e hospedadas, que permite ao lojista trabalhar de forma multicanal, além de possuir estratégias que permitem cuidar 360º da inteligência de sua loja virtual.

Novos empreendedores de e-commerce precisam apostar em nichos

27 de abril de 2016
Share Button

Vemos a cada ano um número significativo de marcas que, com o objetivo de alcançar novos consumidores e mudar o comportamento de compra dessas pessoas, estão ampliando seus canais de vendas e apostam no e-commerce para aumentar as vendas e sair em vantagem diante de outras lojas que ainda utilizam apenas espaços físicos para atender seus clientes.
Com o setor em constante crescimento, as marcas precisam se atentar em alguns pontos, principalmente no que se refere a concorrência que fica cada vez mais acirrada. Para ter destaque nesse mercado é preciso inovar e agir de forma estratégica. Diante deste cenário, o e-commerce de nicho é a melhor solução para esses novos empreendedores para que eles possam desenvolver um trabalho diferenciado.
De acordo com dados do mercado, em 2015 os nichos que apontaram um crescimento significativo foram moda, beleza, saúde, decoração, serviços, automotivo e pet. Para 2016, esse cenário terá algumas mudanças. Com base em um levantamento feito pela ABComm, os nichos que vão ter mais destaques serão educação, conteúdos digitais, saúde, produtos que melhoram a qualidade de vida, alimentação, artigos de culinária e serviços.
Mas, para isso, os empreendedores precisam tomar cuidado, já que se especializar em um nicho não é tão simples quanto parece. Primeiramente é importante estudar minuciosamente o mercado que vai atuar e analisar detalhadamente se há grandes varejistas como concorrentes e saber como é a aceitação deste segmento para o público final.

A importância do nicho de mercado


Um outro ponto importante quando se trata da escolha do nicho é que os lojistas precisam trabalhar com algo que realmente faça sentido para eles e que tenha uma certa afinidade com o assunto. Uma dica que eu posso dar para que o empreendedor seja mais certeiro nessa escolha é listar aquilo que mais gosta de fazer, praticar e definir quais são as suas paixões, isso pode ajudar a dar um direcionamento para quem está começando.
Além disso, é preciso traçar o público-alvo que o e-commerce irá “conversar” e saber se há mercado para este produto. Mas, é preciso tomar cuidado para que o plano de negócio não seja restrito demais e deixe de ter algumas opções de produtos que são importantes para a necessidade do seu cliente.
Após essas duas questões estarem bem definidas no e-commerce, é preciso alinhar o posicionamento da marca, para que a comunicação seja mais assertiva e direcionada para o seu público-alvo. Com isso, fica muito mais fácil de ter um relacionamento mais próximo com o seu cliente e garantir a fidelização na sua loja.

Tirando projetos do papel em tempos difíceis


Com esses pontos alinhados, as chances do negócio dar certo é grande. É preciso se preocupar com o seu cliente e sobre aquilo que é interessante para ele e que vai suprir a sua necessidade.
Diante disso, temos que avaliar o mercado, as oportunidades que aparecem e estarmos atentos a tudo que acontece ao nosso redor para não perder novas chances. Pois bem, com tudo isso que citei acima, vamos começar a listar aquilo que você gosta e iniciar o negócio em um mercado promissor, sem medo e precedentes?

Você também vai gostar

Como a loja Kanui saiu do prejuízo no e-commerce brasileiro Por Lucas Rossi para o Exame.com - Duas dançarinas em trajes provocantes, música alta e bebidas variadas, de uísque a tequila, quebraram a rotina de 1...
Qual é a sua estratégia para o m-commerce? Os dados mais recentes mostram que as pessoas estão adquirindo o hábito de acessar uma loja online, pesquisar produtos e fechar a compra por meio da t...
Black Friday 2016: Infográfico revela expectativa de crescimento... A Black Friday - que acontece sempre na última sexta-feira de novembro - já é um acontecimento tradicional e esperado pelos consumidores de vários paí...
E-commerce movimentará R$1,75 bi no Dia dos Namorados 2017 Alta no faturamento do Dia dos Namorados 2017 deverá ser de 6% na comparação com o mesmo período do ano passado O e-commerce deverá faturar R$1,75 bil...
O público realmente se interessa pelo seu serviço ou produto? Va... No mundo, existem diversas tecnologias e ferramentas que nos permitem testar algumas ideias sem necessariamente ter que criar estruturas que demandam ...
100 pedidos em 30 dias: Uma experiência inédita no E-commerce br... A Experiência do Cliente, ou Customer Experience, é o assunto da vez no e-commerce americano e mundial. Conforme estudo realizado pela renomada consul...
MEI ganha aplicativo que ajuda na gestão do negócio App consulta informações sobre os dados cadastrais do MEI, como nome, situação, natureza jurídica e endereço Os microempreendedores individuais (MEI) ...
Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce? O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do modelo marketplace no e-commerce brasileiro. Depois de muitos anos de expectativa, a Amazon fina...
Débito bancário: menos estoques e clientes mais satisfeitos O varejo brasileiro iniciou 2015 com cenário macroeconômico muito desafiador: projeções de crescimento do PIB baixas e crédito ao consumidor escasso. ...
Como criar e gerir uma equipe de performance no seu e-commerce Muito além de gerenciar e monitorar ações de marketing, fluxo logístico e comercial, um gerente de e-commerce, deve ficar atento a saúde do seu time, ...

SEGREDOS DO E-COMMERCE

Receba as novidades toda semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar essas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>